was successfully added to your cart.
Tag

Cultura Archives - eTrauer

O que podemos aprender com a Tribo dos Apatanis?

By | Arte, Comportamento, Conhecimento | No Comments

Toda decisão mercadológica deveria ser respaldada em uma criteriosa análise e compreensão da cultura na qual os entes envolvidos estejam inseridos, “temperadas” com generosa dose de feeling para que tenhamos assim uma redução dos riscos de implementação e uma possibilidade de inovação no processo decisório e vamos aprender um pouco com a Tribo dos Apatanis.

Rafael Sampaio ressalta a importância do conhecimento e interpretação dos  quatro Sistemas de Mercados para o processo decisório, sendo eles o Sistema Antropológico, o Sistema Social, o Sistema Econômico e o Sistema do Universo Empresarial.

O Sistema Antropológico possui relação direta com a evolução da civilização no decorrer dos tempos e resgata cultura, valores e costumes dos povos que tendem a ter grande influência na sociedade atual. Já o Sistema Social contém informações da forma pela qual a sociedade em questão vivencia e valoriza que sofre, por sua vez, influências do Sistema Econômico, cada vez mais sensível a economia de outras regiões. Com todo este emaranhado de signos, comportamentos e indicadores é que as empresas exercerão e receberão influências do meio em que estão localizadas e/ou  exercem também influências através de seus bens, serviços e ideias aliados aos comportamentos de seus stakeholders.

A priori, a civilização evolui no decorrer dos tempos através de lentas e contínuas influências provenientes de diversos agentes, como a tecnologia, por exemplo. Esta é uma interpretação natural da evolução social e econômica, mas não foi o percebido na última viagem realizada para registros fotográficos de tribos primitivas no Nordeste e Noroeste da Índia. A expedição foi organizada pelo experiente amigo e fotógrafo que já realizou trabalhos para a Revista National Geographic, Fabio Elias. Foi um convite pessoal para acompanhá-lo neste registro fotográfico das Tribos Apatanis e de Banni.

Os Apatanis, também conhecidos como Apa Tani ou Tanii, vivem atualmente na região de Arunachal Pradesh, no nordeste da Índia, em área até hoje disputada também pela China. A região está próxima da fronteira da Índia com a China e com Myanmar.

Era uma tribo nômade que agora concentra-se na cidade de Ziro, em Arunachal Pradesh. Segundo consta, as mulheres apatanis eram consideradas as mais lindas desta região da Índia e, por este motivo, eram sequestradas, raptadas e violentadas por outras tribos. Para tentar evitar esta violência elas decidiram inserir alargadores de circulares de madeira em seus narizes e também tatuaram listras azuladas na testa e queixo. Esta tatuagem era realizada ainda quando crianças fazendo uso de espinhos para perfurar a pele e injetar substâncias coletadas na floresta.

Como a cultura dos Apatanis não tem o hábito de registrar seus comportamentos sob a forma escrita, os costumes são repassados oralmente pelas pessoas, de família para família e sua história tende a se perder com a modernização do mundo. Desde 1998, segundo relato de pessoas da tribo, que ficou proibido de perfurar os narizes das meninas e tatuá-las, pois as mesmas sofriam de booling nas escolas. Desta forma, hoje somente as mulheres mais velhas podem ser vistas com estes ornamentos.

A alimentação dos Apatanis é baseada no arroz cultivado por eles e também em animais como vacas, mithuns, francos, porcos, cachorros, gatos e ratos. Na verdade, não há restrições de animais para refeição que é acompanhada por uma espécie de cerveja de arroz, uma bebida forte e de cor branca leitosa, consumida quente com sal negro em canecos feitos com o nó do bambu.

Trata-se de um povo bastante religioso e faz parte da cultura o sacrifício de mithuns, vacas, frangos, porcos e cachorros. Quando uma pessoa da família está doente, dependendo da situação, é realizado o sacrifício de um animal e parte do mesmo é colocada na frente da residência, da qual posteriormente o xamã da tribo irá visitar o enfermo e tomar suas providências. A pele de porco (sacrificado) envelhecida por 10, 20 e até 30 anos é muito valorizada e utilizada como dote nos casamentos para posteriormente servir de alimento. Um pedaço de pele de porco envelhecida com cerca de 30cm2 pode ter um valor equivalente a US$ 1,500.00.

Os Apatanis veneram tanto o Sol (Ayo Danyii) quanto a Lua (Atoh Piilo) e a expressão Paya Aro Pacho é muito forte e possui o significado de agradecimento, algo como “muitíssimo obrigado”.

É interessante ressaltar o cuidado que os Apatanis têm com as plantações de arroz irrigado e habitados por peixes. É uma prática única com forte ligação sustentável e sem o uso de animais e/ou máquinas, um exemplo para o mundo.

KISS 40th Anniversary World Tour | Florianópolis SC – Brasil

By | Arte, Educação, Kiss, Rock and Roll | No Comments

 

 

designed by Simmons, Stanley

designed by Simmons, Stanley

 

Uma banda fenomenal, verdadeiramente Artistas do Palco dos quais sou fã desde pequeno. Junto com Back in Black do ACDC, 1984 do Van Halen e Dynasty do Kiss formam a tríade dos primeiros LP’s de vinil e a companhia ímpar no Show o tornou ainda mais espetacular.

Fiquei sabendo que Florianópolis sediaria o Show do Kiss através de um comentário do Richard Bondan, Amigo e fantástico Baterista que muito admiro. A partir deste momento, busquei informações por todos os lados para confirmar esta apresentação (que demorou a aparecer no Calendário Oficial do KISS) e avisei as pessoas que mais gosto e que sei que são verdadeiras admiradoras do KISS sobre esta novidade. Fiquei radiante contando os dias para este grande dia!

Ao mesmo tempo, ao saber que possivelmente seria no “Espaço Devassa“, bateu uma tristeza por relembrar vários episódios do passado, como: O trânsito para o local do evento totalmente sem organização, com muitos furando as filas por todos os lados, o chiqueiro do estacionamento absurdamente caro e cheio de lama em casos de chuvas, a desorganização do trânsito em todos os locais, as filas no meio da lama, as pessoas cortando as filas no meio da lama, o amontoado de gente em local fedendo a urina, o tumulto na saída onde vira tudo uma terra sem lei, e assim, por diante em uma verdadeira DEVASSA de DESRESPEITO aos CLIENTES. Torcia para que a procura fosse muito grande e que este Show fosse transferido para um Estádio onde – pelo menos – o espaço seria mais democrático e a visão do palco melhor para todos.

Apenas a 2 minutos após a abertura das venda e já havia comprado os ingressos. A torcida para a mudança do local do show continuava.

A performance, a energia e o visual deste Show são incríveis, dignos de uma GRANDE e MEMORÁVEL apresentação.

 

Mas com todo este tempero, o que pode ter acontecido em Florianópolis – Brasil?

A resposta está na possível CAUSA de que um país chamado Brasil irá demorar muito para progredir.  A população reclama da corrupção nas altas camadas do governo, reclama dos impostos, reclama dos desvios públicos, MAS não age da mesma forma quando:

1) Furar as filas por todos os lados vira padrão de comportamento, furando pelo acostamento, pelos gramados, pela mão dupla para dar um “jeitinho brasileiro” de tirar vantagem das outras pessoas que chegaram mais cedo e que estão respeitando a sinalização e o trânsito. E ninguém é multado, e o pior, os furões entram primeiro e se gabam por isso.

2) Porque a organização do local do evento vende um local chamado de “Pista Vip” por um preço de “Vip” e sem a estrutura de “Vip”, e isso não é de hoje. Chama de “Vip” as laterais de um palco com colunas, fedendo a urina (que os próprios participantes também não estão nem aí para respeitar os bons costumes).

3) Por que não é de hoje que o estacionamento é um verdadeiro chiqueiro que se paga caro para enfiar os pés na lama, que na hora da saída é um “Deus nos Acuda” e danem-se os clientes que pagaram.

4) Que o local não tem estrutura para shows grandes, que não existe planejamento de trânsito e nem cobram-se as leis.

5) Que marginais batem no carro forçando e coagindo as pessoas a estacionarem no acostamento (o que é proibido) e cobram por isso. E a lei … ahh… a lei ….

6) Que por respeitar a fila no trânsito, o chamado “estacionamento” lota antes que você chegue e temos que se deixar o carro nos “bolsões de estacionamento com serviço de van”, que também não é de hoje, as vans somem no final e não existe ordem para a vazão de saída. Quem entrem os “espertos” primeiro.

7) Que a falta de educação vem de berço, e não adianta exigir mudanças no governo quando as atitudes corriqueiras destroem o alicerce da boa educação e do progresso.

8) Que na “Fila Vip” fomos tratados como Porcos sendo direcionados para o abatedouro, dando voltas e voltas na lama.

9) Sim, deveríamos pensar só nos momentos felizes, mas sem esta crítica, tudo fica na mesma – como sempre.

10) Que a orientação do evento, mesmo que desrespeitando a Lei, avisa que não é permitido levar câmeras fotográficas, somente celulares:
Restrições do Local:
 Não será permitido o acesso com câmeras fotográficas. Fotos poderão ser feitas via celular.

… e o que vemos são várias pessoas com câmeras dentro do evento, ou seja, quem respeita a orientação, sente-se um verdadeiro tolo. Poderíamos ter imagens interessantes para relembrar estes momentos Rock’n Roll .. só que por respeitar as orientações, a melhor imagem é a que fica na lembrança;

black

black – a imagem do show fica na lembrança porque respeitamos as orientações.

 

A Educação começa no Berço.

 

Procurei também o credenciamento como Fotógrafo (Busco sempre o constante aprimoramento na cobertura de apresentações culturais, gosto de fazê-la, estudo e aprimoro a cada apresentação e sei que – aliado ao verdadeiro Espetáculo que são os Shows do KISS – a probabilidade de render ÓTIMAS IMAGENS seria muito grande, e Ótimas Imagens falam por si só), mas Assessoria Oficial do KISS liberou OFICIALMENTE apenas 4 credenciais para Fotógrafos e recebi a Credencial  para entrar como Imprensa (eu comprei o ingresso na Pista Vip) mas sem o direito de entrar com equipamentos fotográficos. Não critico aqui a liberação para 4 Fotógrafos, mas sim o não respeito no controle e nas leis. Não existe diferença legal entre equipamentos fotográficos, ou seja, para a Lei, a câmera de um smartphone registra uma imagem tanto quanto uma câmera com tecnologia mais aprimorada para o tal, sendo todas câmeras fotográficas. Se pode uma, todas podem, #simplesassim. Informações recebidas pelo renomado Advogado e Fotógrafo José Roberto Comodo Filho, da Fototech Brasil.

Acreditei que a Lei seria para todos …. ….. e respeitei.
Ressalto que fui muito bem atendido tanto pela Hits Entretenimentos quanto pela Koi Comunicação (Assessoria responsável em Florianópolis). 

 

Sinta-se a vontade para Compartilhar.

 

Expresso Rural 33 Anos, CD e Livro e Fotografias Fine Art

By | Art, Arte, Eventos, Expresso Rural, Música | No Comments

33 anos de estrada tendo somente composições próprias, assim é a banda Expresso Rural, fundada em 4 de março de 1981 que vem brindando o Estado de Santa Catarina com o Show de lançamento do seu mais novo CD – uma coletânea com 18 músicas do melhor do Rock Rural e mais uma versão acústica do clássico Certos Amigos.

Expresso Rural 33 Anos

CD Expresso Rural 33 Anos

Foram inúmeros shows nas últimas semanas que culminaram na belíssima apresentação em Blumenau, dia 16 de novembro no Teatro Carlos Gomes, terra de Márcio Corrêa e também uma homenagem para esta pessoa ímpar que foi o Márcio.

Paulo Back - Expresso Rural

Paulo Back – Expresso Rural

O Show contou com a participação intensa da platéia durante todas as músicas e culminou com a venda dos CD’s, do livro Harmonia Expresso Rural e de Fotografias Fine Art da ExposiçãoHarmonia | Expresso Rural” onde todas as pessoas que adquiriram puderam se encontrar pessoalmente com os músicos da banda para autografar seus exemplares. Parabéns aos organizadores Odilon Santos e Ricardo Pimenta.

Expresso Rural 33 Anos - Teatro Carlos Gomes - Blumenau SC - Brazil

Expresso Rural 33 Anos – Teatro Carlos Gomes – Blumenau SC – Brazil

 

E você que ainda não adquiriu seus exemplares ou que procura um Presente Especial para este Natal, aproveite e garanta já esta oportunidade!

Livrarias Catarinense e Curitiba

Amazon.com

Suporte & Inovação Interiores

Suporte & Inovação Interiores, representante Atec Original Design - Maior Dealer Herman Miller da América Latina

Suporte & Inovação Interiores, representante Atec Original Design – Maior Dealer Herman Miller da América Latina

etrauer.com

Rock Rural

Expresso Rural 33 Anos - Teatro Carlos Gomes - Blumenau SC - Brazil

Expresso Rural 33 Anos – Teatro Carlos Gomes – Blumenau SC – Brazil

Certos Amigos

Daniel Lucena - Expresso Rural

Daniel Lucena – Expresso Rural

Nas Manhãs do Sul do Mundo

Volnei Varaschin - Expresso Rural

Volnei Varaschin – Expresso Rural

Banho das Seis

Daniel Lucena - Expresso Rural

Daniel Lucena – Expresso Rural

Dança Molhada

Zeca Petry - Expresso Rural

Zeca Petry – Expresso Rural

Me Faz a Cabeça

Daniel Lucena - Expresso Rural

Daniel Lucena – Expresso Rural

Tom Natural

Ricardo Rafael Malagoli - Expresso Rural

Ricardo Rafael Malagoli – Expresso Rural

Velhas Feridas

Volnei Varaschin - Expresso Rural

Volnei Varaschin – Expresso Rural

Sol de Sonrisal

Zeca Petry - Expresso Rural

Zeca Petry – Expresso Rural

Batom e Festas

Volnei Varaschin - Expresso Rural

Volnei Varaschin – Expresso Rural

Aquela Menina

Zeca Petry - Expresso Rural

Zeca Petry – Expresso Rural

Contramão

Paulo Back - Expresso Rural

Paulo Back – Expresso Rural

Roteiro das Águas

Daniel Lucena e Paulo Back - Expresso Rural

Daniel Lucena e Paulo Back – Expresso Rural

Nova Estação

Paulo Back - Expresso Rural

Paulo Back – Expresso Rural

Solto no Ar

Zeca Petry e Volnei Varaschin - Expresso Rural

Zeca Petry e Volnei Varaschin – Expresso Rural

Que Paixão

Expresso Rural 33 Anos

Expresso Rural 33 Anos

Além do Porto

Tayrone Mandelli - Expresso Rural

Tayrone Mandelli – Expresso Rural

Flodoardo

Zeca Petry - Expresso Rural

Zeca Petry – Expresso Rural

Certos Amigos (Acústica)