Floripa na Foto 2011

O Floripa na Foto 2011, realizado pela Duo Arte e Produção – surpreendeu positivamente em inúmeros quesitos, a começar pela Equipe de “Feras” da fotografia internacional que estiveram circulando por Floripa e revezando-se entre Palestras Gratuitas, Workshops, Leituras de Portfolios, Sessões de Autógrafos, Exposições e conversas informais nos locais dos eventos.

Foi gratificante reencontrar Amigos e ícones da Fotografia Internacional, como Clicio Barroso e Comodo, conhecer pessoalmente, pois éramos amigos no “virtual” como Alex Villegas e Fabio Elias todos estes da Fototech e, o melhor, aprender muito com todos. A próxima lista é imensa em todos os bons sentidos: Antônio Carlos Mafalda, Boris Kossoy, Claudi Carreras, Claudio Feijó, Claudio Brandão, Diógenes Moura, J.R.Ripper, Orlando Azevedo, Rosely Nakagawa, Scott MacLeay e tantos outros.

Aqui de Floripa, as ótimas prosas com Brandão, Maeda, Petra Mafalda, Edu Lyra, Maria Eduarda Bauer Cabral, Augusto Fonseca, Fabiano Augusto e a coordenação fantástica da Lu Renata e Lucila Horn com sua equipe – Parabéns “Lu’s”, foi um desafio superado!

Sempre é engrandecedora a conversa com o Gian da Editora Photos – participante do Floripa na Foto e sempre presente nos melhores eventos de Fotografia do Brasil.

Outra presença importante e gratificante reencontro foi com Caio Oliveira da Canson que ministrou palestra sobre impressões com pigmento natural em Fine Art. Este Amigo sabe muito e trará novidades para o mercado em 2012!

Não poderia deixar de ressaltar o encontro e reencontro dos membros da Fototech, tanto no evento quanto no jantar em Santo Antônio de Lisboa, reunindo Adriana Füchter, André Arcênio, Thiago Eriksson, Rodolfo Guimarães, Clicio Barroso, Edu Lyra, Alex Villegas, Eduardo Guilhon e mais uma turma!

A nostalgia no reencontro com as poltronas históricas do Cine Ritz – quanto tempo, bons tempos dos cinemas de Floripa. As lembranças das aulas “enforcadas do cursinho” para ir ao cinema que, neste evento, serviu de palco onde o conhecimento foi compartilhado.

Há muito ainda o que falar, mas fica aqui o sabor de quero mais para 2012 e a esperança de que tanto a Prefeitura de Florianópolis quanto o Governo de Santa Catarina direcionem verbas e projetos consistentes para a revitalização do Centro Histórico de Florianópolis com Arquitetura, Mobilidade e Segurança para a população. Reforço: Segurança para a População, pois Floripa está no momento uma “terra sem leis” com assaltos, extorções, ameaças, tiroteios, roubos e tantas outras formas de violência envolvendo desde menores que utilizam como armas o próprio argumento: “Sou menor, já tenho latrocínios nas costas e um a mais não fará diferença”.

É o que temos para hoje, gracie Duo Arte!!

Join the discussion One Comment

Leave a Reply