Riflessione

By 15 de novembro de 2011Fine Art, Photo, Travel

Riflessione

Eram 07:33h em Veneza. O amanhecer estava bonito [contrário do entardecer que contou com ventos e nuvens] e esta fotografia surgiu da integração de três fotos com a máquina apoiada no parapeito de uma das pontes com exposições sub e super expostas em 2 pontos além da fotometria equilibrada, sendo trabalhada em HDR [High Dynamic Range, ou Alto Alcance Dinâmico] e representa, basicamente, a quantidade de luz de diferentes intensidades que consegue ser gravada nas câmeras.
O alcance dinâmico das câmeras é bem diferente do alcance dinâmico do olho humano. Nós conseguimos ver inúmeros detalhes em uma paisagem integrando percepções do céu, nuvens, água, construções, árvores e plantas, mas a tecnologia das câmeras fotográficas não tem essa magnitude e temos que escolher dentre mostrar os detalhes das altas luzes, das baixas luzes ou dos meio tons. Quanto tiramos a mesma foto com exposições diferentes, praticamente no mesmo instante [faz-se uso do tripé ou de um apoio firme para não tremer/mover] e juntamos as três ou mais fotos através de softwares, conseguimos obter os detalhes nos diferentes extremos do alcance dinâmico e temos a foto em HDR.
Existem inúmeros efeitos possíveis, mais ou menos agressivos e o resultado pode ser bem interessante de acordo com o desejo e objetivo de cada um.
Nesta foto as exposições foram:
ISO 200 | 70mm |  f/5.6 | 1/40s    – exposição “correta”
ISO 200 | 70mm |  f/5.6 | 1/160s  – subexposta
ISO 200 | 70mm |  f/5.6 | 1/10s    – superexposta

_________

O Papel utilizado nesta impressão foi o Museum Etching, da Hahnemühle, 350g/m2, 100% algodão. A textura nobre do Museum Etching – um papel cartão tradicional originalmente usado para técnicas de gravura em metal – e o branco natural da sua superfície, fazem deste papel o suporte ideal para imagens de cores suaves ou com degradês suaves de cinza.

Passe-partout Canson e Moldura Minuto integram a obra.

 

Leave a Reply