Category

Saúde

Café e Saúde Humana

By Café, Cafés Especiais, Coffee, Saúde, Specialty CoffeeNo Comments

Café e seus benefícios para a saúde humana é um tema importante no mundo. O Café está associado ao consumo humano há centenas de anos, tendo suas primeiras referências atribuídas no Antigo Testamento onde um grão foi citado como “parched pulse”.

A primeira menção escrita do café é referenciado ao físico árabe Razes no Século X atribuindo o início do cultivo do café por volta do ano de 575 DC (Smith, 1987; Flomer et al., 2017 apud Farah, 2018).

Xícara Ichigo-Ichie – Edição Especial
Utilizada na apresentação da Qualificação no Doutorado em Engenharia do Conhecimento
Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento – EGC / UFSC

Farah (2018) ressalta que a boa nutrição é essencial para o bem-estar e saúde fortalecida dos seres humanos. Esta condição saudável permite que as pessoas utilizem plenamente seus potenciais físicos e mentais.

De vilão para aliado

O café passou de vilão para aliado à saúde humana. Sendo uma das bebidas mais consumidas no mundo pelas pessoas, a carcinogenicidade da ingestão do café foi avaliada pela primeira vez em 1991 e foi classificada como “potencialmente carcinogênico” para seres humanos, Grupo 2B da IARC (International Agency for Research on Cancer).

Dr. Rodrigo Cunha
Simpósio Café e Saúde coordenado pelo Professor Dr. Rui Daniel Prediger
Programa de Pós Graduação em Farmacologia – UFSC
Florianópolis SC – 12/04/2019

Em 2016, a IARC revisou todas pesquisas disponíveis sobre café e câncer, incluindo pesquisas publicadas desde sua revisão original em 1991 e não encontrou NENHUMA associação clara entre ingestão de café e câncer em qualquer local do corpo humano, classificando assim o café no Grupo 3 (não classificável quanto à sua carcinogenicidade para seres humanos).

Andorinha do Café – Vale da Grama – SP – 2008
Minha primeira fotografia de cafés … e uma das que mais gosto!

Em alguns casos, encontraram evidências de que o consumo de café está associado a uma ocorrência reduzida de certos tipos de câncer (Cunha, 2019, Abril). Cunha (2019, Abril), sendo uma das maiores autoridades mundiais no que tange ao café e saúde humana, ressalta que o seu posicionamento é de que o café deveria participar do Grupo 4 da IARC, que classifica as substâncias consideradas protetoras do desenvolvimento de carcinomas, alegando que já existem matérias suficientes que possibilitem classificar o café como substância protetora do câncer.

o café deveria participar do Grupo 4 da IARC, que classifica as substâncias consideradas protetoras do desenvolvimento de carcinomas, pois já existem matérias suficientes que possibilitem classificar o café como substância protetora do câncer“.

Dr. Rodrigo Gunha

Misturas no café, quando torradas demais, ficam escuras e amargas … e podem ter toxidade carbonizada

Por dezenas de anos o café consumido tendeu ser de má qualidade – incluindo misturas de outros produtos tais quais cereais e cascas, fragmentos de madeira, insetos, grãos de cafés estragados e excessivamente torrados – o que não necessariamente traziam suas melhores propriedades aos consumidores. Agrega-se o resultado de pesquisas científicas que rotularam o café por muitos anos como vilão da saúde. Estes resultados devem-se em muito por erros não amostrais pesquisadas realizadas – consumidores fumantes, por exemplo – bem como pela não padronização dos cafés utilizados nas pesquisas. A torra muito alta do café destrói inúmeras de suas propriedades que não são termoestáveis como é a cafeína (Mioto, 2015).

A torra muito alta do café destrói inúmeras de suas propriedades que não são termoestáveis como é a cafeína“.

Dr. Bruno Mahler Mioto

Farah (2018) descreve que – resumidamente – o café contém aproximadamente 43% de carboidratos, entre 7,5% e 10% de proteínas e outros compostos nitrogenados (1% de cafeína, 0,7% a 1% de trigonelina e 0,01 a 0,04% de ácido nicotínico); 10–15% de lipídios (dos quais aproximadamente 75% correspondem a riacilgliceróis, 18,5% a ésteres de diterpenos e diterpenos livres e a quantidade restante a ésteres de esteróis, esteróis livres, esterilglucósidos, ceras, tocoferóis e fosfatídeos); 25% de melanoidinas, 3,7 a 5% de minerais e ~ 6% de ácidos orgânicos e inorgânicos e ésteres (1 a 4% de ácidos clorogênicos e outros compostos fenólicos, 1,4 a 2,5% de ácidos alifáticos e ácido quinínico e <0,3% de ácidos inorgânicos); Além de outros compostos menores que podem ser exclusivos de uma espécie específica.

Para manter a qualidade do café …

Ressalto que para a manutenção das propriedades químicas do café é importante a manutenção da sua qualidade em todas as etapas de sua cadeia produtiva e um cuidado especial para que sua torra não queime as inúmeras substâncias químicas existentes no grão de café. Desta forma, a torra precisa respeitar a origem do grão de café bem como – provavelmente – ser uma torra entre os as escalas média e média clara. Não é porque encontramos um pacote de café no supermercado que este café terá todas suas substâncias preservadas.

Atenção: nem todo “café” é um excelente Café

Atenção especial aos cafés encontrados no comércio. É praticamente impossível encontrar um café bem processado e ofertado por preços tais quais R$ 20,00 o quilo. Uma torrefação de pequeno porte dificilmente conseguirá produzir um café com qualidade por menos do que R$ 60,00 o quilo para venda ao consumidor. Lembro que 1Kg de café em grãos pode render 120 xícaras de café espresso e 1Kg de café moído pode render 15 litros de café coado. Veja que interessante a relação de custos: Supondo que 1Kg de Café Especial custe R$ 80,00 e que este quilo de café especial resulta em 120 xícaras de café espresso, cada xícara terá um custo de R$ 0,80! Quando percebemos esta relação podemos concluir que o Café Especial não é caro!

embalagem de Café Kassai
Café Kassai – Este é o café que consumo há 13 anos – diuturnamente!
Tomo cafés todos os dias, de diferentes origens e de diferentes torrefações mas o Café Kassai sempre está presente.

Dicas pessoais

Tenho algumas recomendações pessoais. Consumo o Café Kassai desde 2007 e é, para mim, um dos melhores cafés do mundo. Conheço todo o processamento da fazenda à xícara e é incrível o cuidado que a Família Kasai e seus colaboradores possuem com o Café Kassai.

Jorge Kasai na Café Kassai
São José dos Pinhais – PR
Seleção manual dos cafés torrados na Café Kassai
Observem a beleza dos grãos e homogeneidade das cores
Pedidos pelo Magazine Luiza

No Japão

Quem estiver no sul do Japão poderá conhecer e degustar o Café Especial na Diniz Coffee & Sweets em Kagoshima. Péricles Diniz tirou primeiro lugar no curso de formação de Q-Graders na Coréia do Sul, um dos mais disputados de todo o mundo.

Péricles Diniz ensinando japoneses sobre Cafés Especiais
Primeira oficina em Kagoshima, 08 de janeiro de 2010 – Japão
Início da Diniz Coffee & Sweets

Péricles aprendeu a arte da torra com Jorge Kasai na Kassai Café e, como cientista, aprimorou sua torra de cafés especiais para potencializar o máximo das qualidades do café. Hoje, Péricles tem sua torrefação e cafeteria em Kagoshima e contribui com estudos e tecnologias com a Kassai Café.

Jorge Kasai e Péricles Diniz na Kassai Café – São José dos Pinhais – PR
Rua Piraí do Sul, 357
Aviação – CEP 83045-450
São José dos Pinhais/PR
Fone: (41) 3035-5640

Em Portugal

Em Lisboa, Portugal, não deixem de conhecer a Torrefação A Flor da Selva onde o café é torrado com todo o cuidado em um dos dois torrefadores à lenha em funcionamento na Europa. Na Flor da Selva você será recebido pelos profissionais e Mestres de Torra Jorge e Francisco Monteiro. A percepção do sabor é ímpar.

Francisco Monteiro, Evaldo Coutinho e Jorge Monteiro
A Flor da Selva – Travessa do Pasteleiro, 32 – Lisboa – Portugal

Na Espanha

Visitando Toledo na Espanha, é imprescindível a visita à Cafeteria Il Cappuccino e peça um café diretamente para o Barista e proprietário Andrea Bosco. Andrea é uma simpatia e transmite muitos conhecimentos sobre cafés especiais.

Andrea Bosco – Il Cappuccino
Plaza de la Magdalena, 4 – Toledo – Espanha

No Brasil

Em São Paulo vale muito a visita na Cafeteria Il Barista e, no Rio de Janeiro não perca o Café ao Leu.

Em Curitiba você encontrará Café Kassai na Cafeteria Liquori.

Se você estiver em Manaus encontrará Café Kassai na rede de Padarias Pão & Cia.

Il Barista – São Paulo
Cafeteria linda da Gelma Franco – Referência em Cafés Especiais
Rua Dr. Mário Ferraz, 414 – Itaim – São Paulo – SP

Em sua casa!

É claro que um café especial sempre vem bem acompanhado da Revista Espresso na qual a Mariana Proença desenvolve trabalho ímpar na Café Editora.

Gisele Coutinho – da Pura Caffeina; Anna Illy – Café Illy e Mariana Proença da Café Editora
Semana Internacional do Café 2018 – Belo Horizonte – MG

Conhecer a Mariana é oportunizar a presença de um sorriso constante durante a conversa.

Mariana Proença – Exemplo de Profissional
Responsável pela liderança e projeto da Semana Internacional do Café
Café Cultura em Florianópolis – 28/04/2018

É momento de provar e ajudar #gratidão

A torrefação familiar Kassai Café tinha seu segmento de mercado voltado para pessoas jurídicas sendo cafeterias, padarias e restaurantes o principal público alvo. Com o assolamento da pandemia COVID-19 a Kassai Café viu seu faturamento cair para praticamente ZERO no virar da noite da segunda quinzena de março de 2020.

Muitas cafeterias fecharam com a Pandemia

As cafeterias, padarias e restaurantes para quem a Kassai Café vendia precisaram ficar fechados e as vendas despencaram e … várias cafeterias fecharam definitivamente.

Paulo Kasai e Alexandre Divino
Fazenda de Café Especial – Patrocínio MG

No Brasil, a marca Café Kassai ainda não é tão conhecida pelo consumidor final, pois não era o objetivo estratégico da empresa, mesmo produzindo um café de qualidade excepcional.

Neste momento, é muito importante o engajamento dos consumidores de cafés especiais para ajudar a Kassai Café a continuar produzindo.

Meu depoimento é sincero de quem conhece de perto a realidade e a bondade da Família Kasai.

O café só aproxima pessoas do bem“.

Jorge Kasai

Se você gosta de um café excepcional, oportunize-se a provar o Kassai Café que pode ser adquirido pelo Portal do Magazine Luiza. Também é possível COMPRAR DIRETAMENTE da Torrefação Kassai Café pelo telefone (14) 3035.5641. Estaremos todos contribuindo pela manutenção de uma empresa honesta, brasileira e com um produto final que certamente irá encantar os apreciadores de um Café Especial.

Prove o Café Kassai e, se gostar … compartilhe!

Chá de Folhas de Café

Quando pensamos em café, geralmente imaginamos grãos ou o pó de café (café moído). Porém é possível aproveitar 100% da planta com produtos e alimentos.
As folhas das plantas do café também são ricas em propriedades e possuem níveis elevados de compostos fenólicos tais quais a mangiferinasubstância capaz de reduzir o colesterol e o risco de desenvolvimento do diabetes bem como por sua ação neuroprotetora. Possui também ésteres de ácidos hidroxinâmicos (HCEs) e antioxidantes que ajudam no combate de doenças do coração, câncer e diabetes.

Café e Saúde – Ciência

Os efeitos positivos do consumo de café ao ser humano são ressaltados por Farah (2018) e Cunha (2019) nos seguintes termos (resumidamente):

Dr. Rodrigo Cunha
Uma das maiores autoridades mundiais em Café e Saúde Humana
ASIC Portland – 2018 – EUA
Association for Science and Information on Coffee

Consumo de café é positivo para desempenho físico, mental e bem-estar;

Relação entre Café e Saúde Cognitiva

Café e saúde cognitiva, onde o café pode atuar preventivamente a doenças tais quais Alzheimer e Parkinson;

Relação entre Café e Doenças Cardiovasculares

Consumo de Café e doenças cardiovasculares: Os resultados indicaram que o consumo de café está inversamente associado à mortalidade por todas as causas e doenças cardiovasculares e que o risco foi cada vez menor para aqueles que consumiram de 3 a 4 xícaras;

Relação entre Café e Diabetes Tipo 2

Café e Diabetes Tipo 2: A associação é inversa ao risco de Diabetes Tipo 2 no consumo de mais de 4 xícaras (150ml) de cafés por dia;

Relação entre Café e doenças do Fígado

Café e doenças do Fígado: Em um estudo clínico realizado no Brasil, o consumo de cafeína superior a 123 mg por dia também foi associado à redução da fibrose hepática (Machado et al., 2014 apud (Machado et al., 2014 apud Farah, 2018)).

Relação entre Café e Câncer

Café e Câncer: Não foi encontrada associação ou associação modesta inversa para câncer de mama. Da mesma forma, não foi encontrada associação para câncer de pâncreas e próstata. Como resultado dessa reavaliação, o café foi promovido pela IARC e não é mais considerado potencialmente cancerígeno. Em resumo, dados epidemiológicos demonstraram que o consumo de café está realmente associado a um menor risco geral de câncer, especialmente cânceres do fígado e do endométrio.

Relação entre Café e Densidade Mineral Óssea

Finalizando, o estudo recente publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism de pesquisadores da Universidade de Hong Kong descobriu que beber café promove a densidade mineral óssea, um indicador importante de ossos fortes e saudáveis. Como resultado, Chau et al. (2019) descrevem associações inconsistentes entre o consumo de café e a densidade mineral óssea (DMO) em estudos epidemiológicos.

Referências

Cunha, Rodrigo A. (2019, Abril). Café e Saúde Humana: O que sabemos e o que você gostaria de saber. In R. D. Prediger; C. Tasca. Simpósio Café e Saúde. Palestra proferida no Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, UFSC, Brasil.

Chau, Y.-P., Au, P. C. M., Li, G. H. Y., Sing, C.-W., Cheng, V. K. F., Tan, K. C. B., . . . Cheung, C.-L. (2019). Serum Metabolome of Coffee Consumption and its Association With Bone Mineral Density: The Hong Kong Osteoporosis Study. The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, 105(3). Retrieved from https://doi.org/10.1210/clinem/dgz210. doi:10.1210/clinem/dgz210

Farah, A. (2018). Nutritional and health effects of coffee. In P. Lashermes (Ed.), Achieving sustainable cultivation of coffee (pp. 259-290): Burleigh Dodds Science Publishing Limited.

Mioto, B. M. (2015). Influências do consumo de café em diferentes torras em variáveis cardiológicas de voluntários com doença coronariana crônica. (Tese de Doutorado), Universidade de São Paulo, São Paulo.