was successfully added to your cart.
Category

Fine Art

Milano Secondo Me Fine Art

By | Art, Arte, Composição Fotográfica, Criatividade, Decoração, Fine Art, Fotografia, Fotografia Fine Art, Suporte & Inovação Interiores | No Comments

Em 2010 apresentamos para Florianópolis a Exposição de Fotografias Fine ArtMilano Secondo Me“, que inicialmente foi exposta no Shopping Iguatemi e em 2013 esteve na Casa di Italia também em Florianópolis.

Algumas das Fotografias de Milano Secondo Me possuem Tiragens Limitadas e podem ser adquiridas pelo público. Todas as Fotografias Fine Art têm o padrão aceito pelos principais museus do mundo.

 

 

As Fotografias de Milano Secondo Me e de outras Séries podem ser adquiridas na Suporte & Inovação Interiores em Florianópolis SC.

Suporte & Inovação Interiores, representante Atec Original Design - Maior Dealer Herman Miller da América Latina

Suporte & Inovação Interiores, representante Atec Original Design – Maior Dealer Herman Miller da América Latina

48 3238-2450
vendas.florianopolis@atec.com.br
Rua Clodorico Moreira, 23 Florianópolis SC

Expresso Rural 33 Anos – Livro de Fotografias, CD e ADVB/SC

By | Arte, Expresso Rural, Fine Art, Marketing, Música | No Comments

Encerramento de ouro do maior evento de Marketing e Vendas de Santa Catarina, o Seminário de Marketing e o Prêmio Top de Marketing e Vendas ADVB/SC, que aconteceu no Centro Sul de Eventos em Florianópolis nesta quinta-feira, dia 04 de dezembro com a participação da histórica banda musical Expresso Rural.

Durante o Show, o Expresso Rural contou com a participação especial de Serginho Koerich, André Seben (Banda os Chefes) e o Produtor Pimenta que emocionadamente contribuíram com o espetáculo sob os aplausos do público.

O Expresso Rural faz parte da história da cultura catarinense e, neste ano em que completou seus 33 anos de fundação, os admiradores e fãs recebem a oportunidade ímpar de levar consigo e também de presentear Certos Amigos com Fotografias Fine Art do Expresso Rural, com o Livro Harmonia | Expresso Rural e também com mais novo CD da banda, uma coletânea sensacional com a música Certos Amigos em uma versão acústica maravilhosa!

Este Post está só começando … em breve fotografias inéditas desta apresentação na continuidade do Post neste mesmo endereço.

Enquanto isso, você pode comprar todos estes produtos nos links aqui apresentados.

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Até breve, aqui mesmo neste endereço.

 

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

Expresso Rural - Captured by E.Trauer  || 一期一会

Expresso Rural – Captured by E.Trauer || 一期一会

 

O Livro Harmonia Expresso Rural pode ser adquirido na Suporte & Inovação Interiores em Florianópolis, próximo ao Shopping Iguatemi.

Rua Clodorico Moreira, 23 – Santa Mônica
Florianópolis – SC – Brasil

 

Suporte & Inovação Interiores, representante Atec Original Design - Maior Dealer Herman Miller da América Latina

Suporte & Inovação Interiores, representante Atec Original Design – Maior Dealer Herman Miller da América Latina

Fotografia: A Arte Criativa

By | Composição Fotográfica, Conhecimento, Criatividade, Criatividade e o Olhar na Fotografia, Curso de Composição Fotográfica, Curso de Criatividade, Curso de Fotografia, Fine Art | No Comments

A Fotografia não é como os esportes, que possuem regras bem definidas do que pode ou não pode ser feito. Talvez por isso é que possamos chamar a Fotografia de “Arte Criativa” como aborda Rob Sheppard.

Tudo bem que a maior parte das pessoas sentem-se seguras ao seguirem regras bem definidas e limites bem demarcados. Percebo isso também nas salas de aula. Quando deixamos as pessoas livres elas tendem a se sentirem-se perdidas, confusas e sem ação. É preciso estar preparado para quebrar as regras com propriedade.

Captured by E.Trauer || 一期一会

Em sintonia com a Lua – Etrauer.com Creative Photo Studios || 一期一会

Os esportes precisam ter regras, caso contrário – como envolve uma disputa – as discussões seriam infindáveis. Imaginem só se já nos deparamos com discussões existindo regras – e “a regra é clara“, se não houvessem regras bem estipuladas seria realmente uma baderna.

Já na Fotografia, esta Arte Criativa é diferente. Existem sim regras e talvez a mais conhecida por quem já tem algum conhecimento mais aprofundado sobre a Fotografia venha a ser a famosa “Regra dos Terços”, que direciona você  a pensar em em como é que a cena que você está vendo será convertida em uma imagem com “pontos de ouro” – aqueles lugares que teoricamente estão localizados nos principais pontos de interesse da imagem capturada. Sim, a “regra dos terços” é uma simplificação da “Razão Áurea”. A descoberta da Proporção Áurea, segundo Ernesto Tarnoczy, “deve-se aos gregos, mais precisamente à escola pitagórica. Os matemáticos dessa escola descobriram que a divisão de um segmento de reta em duas partes tais que a proporção entre elas fosse a mais harmoniosa, seria o número 1,618033. Quem utilizou largamente essa proporção foi o escultor Fídias, responsável pela construção do Parthenon. Essa razão recebeu o nome de Phi”. (Tarnoczy, 2008) Ernesto tem 2 livros Publicados – Volume 1 e Volume 2 de Composição Fotográfica e 1 DVD sobre este tema.

Parte integrante do Material Didático Profissional do Curso Criatividade e o Olhar na Fotografia

Parte integrante do Material Didático Profissional do Curso Criatividade e o Olhar na Fotografia

Tanto a Razão Áurea quanto a Regra dos Terços nos auxiliam a estabelecer uma Composição Fotográfica mais forte e harmoniosa, contribuindo com o pensar direcionado no que nós queremos enfatizar na nossa fotografia e no que desejamos comunicar em relação ao que estamos fotografando. Por que imaginamos que teremos uma boa fotografia com determinada cena? O que queremos dizer, comunicar com esta imagem?

Página integrante do Material Didático Profissional do Curso Criatividade e o Olhar na Fotografia

Página integrante do Material Didático Profissional do Curso Criatividade e o Olhar na Fotografia

A parte boa da “Regra dos Terços” é que ela auxilia a retirar o objeto principal do centro da imagem e a posicioná-lo em locais clássicos onde os principais artistas de nosso mundo estudaram muito para descobrir que estes pontos despertam um interesse forte nos observadores. A parte ruim é que no momento em que muitas pessoas descobrem a “Regra dos Terços”, praticamente todas elas direcionam as suas capturas de imagens fazendo uso absoluto desta “regra”, e as fotografias começam a ficar muito parecidas, fazendo com que a SUA identidade se perca no meio de tantas imagens. Uma outra informação relevante está relacionada a própria formação do nosso mundo que nem sempre segue a esta regra de acordo com a composição que você está escolhendo e, se você como fotógrafo forçar a “Regra dos Terços” poderá ter como resposta uma composição sem força, sem uma história clara ao observador.

[google1]

A grande maioria das pessoas que fotografam colocam – talvez por facilidade – o objeto principal centralizado na fotografia, fazendo com que o mesmo não tenha nenhuma ou pouquíssima relação com todo o cenário ao seu redor (faça uma rápida busca pelas fotos no Facebook, por exemplo, e confirme esta afirmação). A fotografia não conta uma história, não há sincronia de informações. O objeto principal assume uma diferença considerável se colocado no centro da fotografia, no canto superior direito ou esquerdo ou nos cantos inferiores esquerdo ou direito. É preciso pensar no que desejamos que esta imagem venha a comunicar, que venha a ser uma Fotografia Criativa, e este é o principal tópico abordado em Criatividade e o Olhar na Fotografia, um curso inédito no Brasil que terá a sua primeira edição de 2014 no dia 15 de março em Florianópolis.

Horizontes - Captured by E.Trauer || 一期一会

Horizontes – Captured by E.Trauer || 一期一会

O Clicio Barroso – profissional referência em Fotografia no Brasil e no Mundo, autor de excelentes Livros envolvendo Photoshop e Lightroom – escreveu recentemente em seu perfil no Facebook um belo texto para reflexão que transcrevo aqui porque não é possível “linkar” para um post específico do Facebook:

A fotografia morreu. 
Viva a fotografia!
Todas, mas todas as categorias de fotografia chamadas técnicas ou aplicadas, estão com seus dias contados. A exemplo do que aconteceu com a publicitária, categorias como a documental, de catalogação, aerofotogrametrista, científica, policial, não são mais eficientes sem automação e máquinas inteligentes. Google faz, por exemplo, a maior operação de catalogação e documentação da história, inclusive aérea, e sem fotógrafos. GoPros podem acompanhar autópsias junto com mini-câmeras endoscopistas, controladas por pequenos robôs. Anunciantes de produtos como automóveis preferem a realidade do 3D à inconsistência e humores de fotógrafos. 
Câmeras são muito mais bem preparadas tecnicamente que pessoas, e questões como fotometria e profundidade de campo já estão resolvidas de fábrica. Faz muito mais sentido usar o dial “P” de profissional que o “M” de mané.
A boa notícia é que câmeras não se emocionam, não interpretam anseios, sonhos ou incongruências sociais; pessoas sim.
A única fotografia possível, portanto, é a pensada, a emocionada, a apaixonada; a fotografia técnica só precisou existir enquanto aprendia a andar com as próprias pernas.Clicio Barroso Filho

Fuscão Preto - Captured by E.Trauer || 一期一会

Fuscão Preto – Captured by E.Trauer || 一期一会

Para Fotografar, é preciso saber Pensar, é preciso se permitir Emocionar, é preciso saber Sonhar e Capturar este Sonho, esta Arte Criativa.

Você encontra informações sobre sobre o Curso Criatividade e o Olhar na Fotografia no Post “Você faz uso da sua Criatividade?” As vagas são limitadas e as inscrições já estão abertas.

etrauer.com Creative Photo Studios || 一期一会

Captured by E.Trauer  || 一期一会

Gaya e Marta Brancher – etrauer.com Creative Photo Studios || 一期一会

Captured by E.Trauer  || 一期一会

Surpresa! – etrauer.com Creative Photo Studios || 一期一会

Captured by E.Trauer  || 一期一会

Camylla Vitório para Maria Catarina 2013 – etrauer.com Creative Photo Studios || 一期一会

Captured by E.Trauer  || 一期一会

Sunset – São José SC – etrauer.com Creative Photo Studios || 一期一会

Captured by E.Trauer  || 一期一会

Cidade a Venda – etrauer.com Creative Photo Studios || 一期一会

 

Fotos em Fine Art para presentear

By | Art, Criatividade, Fine Art, Photo | No Comments

Após encaminhar um pedido de fotografias para o Japão, ainda tenho para pronta entrega uma série de fotografias impressas pelo processo Fine Art, com todo o cuidado exigido pelo Atelier Certificado.   A Fotografia Fine Art é uma possibilidade de presente diferenciado que certamente irá agradar quem a recebe, por ter exclusividade e por fugir dos presentes tradicionais apresentando-se com muita Criatividade. A foto conta uma história e é percebida diferentemente por cada observador. O Catálogo Fine Art de Outono de 2013  pode ser visualizado e baixado aqui. Também apresento um vídeo em Time Lapse do momento em que assinei essas obras. Os pedidos podem ser feitos por Email para etrauer.com. Time Lapse Fine Art

No Oil

By | Art, Composição Fotográfica, Exhibition, Fine Art, Photo, Travel | No Comments

No Oil

Esta é uma das fotos que gosto muito, estava caminhando em Milão às 14:30h do dia 30 de julho deste ano quando me deparei com esta bicicleta. Tenho registrado diversas bicicletas que estão integrando-se ao tema Bikes, porém esta tinha um detalhe a mais: A placa No Oil que trouxe um o complemento perfeito para ilustrar a fotografia. Mesmo com o sol forte do verão italiano o registro ficou muito interessante e único.
Assim que finalizei a série de fotos fui chamado por uma pessoa do outro lado da rua, saindo de um restaurante e questionando-me sobre o motivo de fotografar tal bicicleta. Se apresentou como Martin, o proprietário da bicicleta, músico e estava trabalhando no restaurante. Mostrei prontamente a fotografia e a reação das pessoas é interessante, porque a expressão de alegria ao ver um detalhe da própria bicicleta sob um outro ângulo valeu o momento.

 

_________

O Papel utilizado nesta impressão foi o Museum Etching, da Hahnemühle, 350g/m2, 100% algodão. A textura nobre do Museum Etching – um papel cartão tradicional originalmente usado para técnicas de gravura em metal – e o branco natural da sua superfície, fazem deste papel o suporte ideal para imagens de cores suaves ou com degradês suaves de cinza.

Passe-partout Canson e Moldura Minuto integram a obra que está exposta na Suporte & Inovação Interiores em Florianópolis e pode ser adquirida em contato com Eduardo Trauer.

Esta Fotografia fez parte da Exposição Fine Art Momenti e é uma excelente opção para Presentes Diferenciados.

 

Ammirazione

By | Composição Fotográfica, Criatividade, Exhibition, Fine Art, Momento Decisivo, Photo, Travel | No Comments

Ammirazione

Esta foto está dentre aquelas que contamos com a sorte do acaso, porém a sorte aparece para quem está preparado. A cidade é Pádoa na Itália, dia 28 de julho, retornando da Basílica de Santo Antônio. O contraste entre as “duas” estátuas direcionou minha atenção e na sequência percebi que o Chaplin era uma “estátua viva”. Parei, busquei o ângulo para ressaltar o contraste e quando fui clicar surge uma mulher caminhando na direção da cena.
O primeiro sentimento foi de “putz… vai atrapalhar minha composição” mas imediatamente percebi que poderia ser interessantíssimo integrá-la ao quadro. Tudo isso acontece muito rápido e novamente contando com a sorte o Chaplin olhou para a pedestre sintonizando-se com o olhar da verdadeira estátua em um Momento Decisivo nesta Composição Fotográfica.
Foto registrada e a alegria de mais uma captura digital.
ISO 200 em f/5.0 e 1/125s para dar o efeito de movimento na cena.

_________

O Papel utilizado nesta impressão foi o Museum Etching, da Hahnemühle, 350g/m2, 100% algodão. A textura nobre do Museum Etching – um papel cartão tradicional originalmente usado para técnicas de gravura em metal – e o branco natural da sua superfície, fazem deste papel o suporte ideal para imagens de cores suaves ou com degradês suaves de cinza.

Passe-partout Canson e Moldura Minuto integram a obra que está em Exposição na Suporte & Inovação Interiores, em Florianópolis e faz parte da Série Momenti.

É uma excelente opção para Presentes Diferenciados que podem integrar ambientes residenciais e comerciais e pode ser adquirida em contato com Eduardo Trauer.

 

 

Piccola Principessa

By | Exhibition, Fine Art, Photo, Travel | No Comments

Piccola Principessa

Tenho um carinho muito especial por esta foto. Estava literalmente perdido dentre as calçadas de Veneza e caminhando rápido para a Estação de Trem. O dia havia ficado nublado e, como estava hospedado em Pádoa, já havia passado da hora de retornar. Dentre as procuras do direcionamento no mapa, GPS do celular – que contava com alguns poucos minutos de bateria – e as indicações perdidas nas esquinas eis que me deparo com essas duas crianças usando chapéu de gondoleiro e acompanhadas carinhosamente por – creio eu – seu pai. A menina era encantadora e imaginei também que estariam indo para a mesma Estação. Depois da primeira foto resolvi segui-la. Das 16:37h às 16:50h percorri os caminhos de um “paparazzo” com boas intenções registrando o caminhar e também um olhar maravilhoso – ela percebeu que eu a estava seguindo mas não comentou com seu pai.
Confesso que fiquei um pouco ansioso, pois seguir uma criança fotografando com uma 70-200mm não é nada discreto, ainda mais em Veneza. Caso seu pai me visse poderia interpretar mal e, se eu pedisse permissão, perderia a naturalidade dos movimentos. Preferi arriscar..
No final tive uma imensa vontade de chamar a família para mostrar as fotos e oferecer para eles, mas o receio de um mal entendimento do pai sobressaiu e deixei-os partir.
Sempre carrego comigo meus cartões de visita que trazem, além de meu nome e email, endereço do site, twitter e os dizeres “Fine Art Photos”. Não é a solução para mal entendidos, mas ajuda a explicar. Já os utilizei várias vezes  justificando o interesse em assuntos diversos fotografados nas ruas em diferentes países.

_________

O Papel utilizado nesta impressão foi o Museum Etching, da Hahnemühle, 350g/m2, 100% algodão. A textura nobre do Museum Etching – um papel cartão tradicional originalmente usado para técnicas de gravura em metal – e o branco natural da sua superfície, fazem deste papel o suporte ideal para imagens de cores suaves ou com degradês suaves de cinza.

Passe-partout Canson e Moldura Minuto integram a obra.

 

Bon Vivant

By | Fine Art, Photo, Travel | No Comments

Bon Vivant

Outro momento mágico em Veneza. Peguei o segundo trem de Pádova para Veneza – perdi o primeiro – e às 07:51h registrei esta cena. O vento moldando os pelos da cabeça deste cachorro junto com o movimento da água deram o retoque que precisava na foto.
Esta embarcação acabara de passar sob uma das inúmeras pontes da cidade.
Várias situações acontecem por debaixo dessas pontes e um dia inteiro pode render cenas espetaculares e inéditas apenas ficando na ponte e registrando cada uma dessas cenas.
Uma das tarefas quando estamos selecionando as fotos tanto para uma Exposição quanto para uma Série é a escolha do nome da obra e, Bon Vivant foi a primeira sensação que senti ao observar a foto neste momento.

_________

O Papel utilizado nesta impressão foi o Museum Etching, da Hahnemühle, 350g/m2, 100% algodão. A textura nobre do Museum Etching – um papel cartão tradicional originalmente usado para técnicas de gravura em metal – e o branco natural da sua superfície, fazem deste papel o suporte ideal para imagens de cores suaves ou com degradês suaves de cinza.

Passe-partout Canson e Moldura Minuto integram a obra.

 

Riflessione

By | Fine Art, Photo, Travel | No Comments

Riflessione

Eram 07:33h em Veneza. O amanhecer estava bonito [contrário do entardecer que contou com ventos e nuvens] e esta fotografia surgiu da integração de três fotos com a máquina apoiada no parapeito de uma das pontes com exposições sub e super expostas em 2 pontos além da fotometria equilibrada, sendo trabalhada em HDR [High Dynamic Range, ou Alto Alcance Dinâmico] e representa, basicamente, a quantidade de luz de diferentes intensidades que consegue ser gravada nas câmeras.
O alcance dinâmico das câmeras é bem diferente do alcance dinâmico do olho humano. Nós conseguimos ver inúmeros detalhes em uma paisagem integrando percepções do céu, nuvens, água, construções, árvores e plantas, mas a tecnologia das câmeras fotográficas não tem essa magnitude e temos que escolher dentre mostrar os detalhes das altas luzes, das baixas luzes ou dos meio tons. Quanto tiramos a mesma foto com exposições diferentes, praticamente no mesmo instante [faz-se uso do tripé ou de um apoio firme para não tremer/mover] e juntamos as três ou mais fotos através de softwares, conseguimos obter os detalhes nos diferentes extremos do alcance dinâmico e temos a foto em HDR.
Existem inúmeros efeitos possíveis, mais ou menos agressivos e o resultado pode ser bem interessante de acordo com o desejo e objetivo de cada um.
Nesta foto as exposições foram:
ISO 200 | 70mm |  f/5.6 | 1/40s    – exposição “correta”
ISO 200 | 70mm |  f/5.6 | 1/160s  – subexposta
ISO 200 | 70mm |  f/5.6 | 1/10s    – superexposta

_________

O Papel utilizado nesta impressão foi o Museum Etching, da Hahnemühle, 350g/m2, 100% algodão. A textura nobre do Museum Etching – um papel cartão tradicional originalmente usado para técnicas de gravura em metal – e o branco natural da sua superfície, fazem deste papel o suporte ideal para imagens de cores suaves ou com degradês suaves de cinza.

Passe-partout Canson e Moldura Minuto integram a obra.

 

Galileu Galilei

By | Art, Fine Art, Photo, Travel | No Comments

Galileu Galilei

Padova, 13:32h do dia 26 de julho deste ano. Tinha acabado de passar na frente da casa de Galileu Galilei [por isso o nome desta fotografia] e caminhava na rua da Universidade quando percebo o olhar maravilhoso deste cachorro por detrás de uma das colunas. Eram várias colunas como a que aparece ao fundo.
Somente a cabeça do cachorro já foi motivo suficiente para tirar uma foto, mas na sequência percebi que havia uma perna e um tênis All Star compondo a cena. Perfeito momento e foto registrada. Fiz alguns clicks de acordo com a movimentação do cão e buscando não chamar a atenção do mesmo para não estragar e nem interferir na cena.
Depois segui em frente e mostrei a foto para a dona do cachorro, uma aluna desta Universidade em momento de descanso. Deixei meu cartão e segui em frente.

 

_________

O Papel utilizado nesta impressão foi o Museum Etching, da Hahnemühle, 350g/m2, 100% algodão. A textura nobre do Museum Etching – um papel cartão tradicional originalmente usado para técnicas de gravura em metal – e o branco natural da sua superfície, fazem deste papel o suporte ideal para imagens de cores suaves ou com degradês suaves de cinza.

Passe-partout Canson e Moldura Minuto integram a obra.